30/04/2017

Resumo de Abril


Último dia do mês é dia de resumo mensal aqui do blog!! Bora lá...

Para você que perdeu os outros resumos mensais, não se preocupe, vem conferir o Resumo de Fevereiro e o Resumo de Março.

Queria só avisar vocês que eu tive que ficar um pouco off-line por conta da faculdade, expliquei um pouco mais no Insta do Blog, deixei até um recadinho para vocês, vão lá conferir.
Lembrando que em todos os posts eu deixo os links das minhas redes sociais e das redes do blog. 

♡♡♡ 

Meia Arrastão - Tendência Outono/Inverno 2017


Mostrei para vocês um dos hits do Outono/Inverno desse ano, a meia arrastão!! Tem muita foto para você se inspirar e aprender a combinar com várias peças. Vem conferir esse post aqui e aproveita para conferir o post de veludo aqui, o outro queridinho dessa estação.

Entre o Amor e o Silêncio - Babi A. Sette 


Ai ai, o que falar desse livro, a não ser...MARAVILHOSO!!!!
A Babi, com certeza é a minha escritora amorzinho. O primeiro romance de época que eu li, A Promessa da Rosa, foi escrito por ela e me fez ficar completamente apaixonada por esse gênero literário e pela escrita da autora. 

Entre o Amor e o Silêncio é um romance contemporâneo que conta a história de Francesca e de Mitchell, um casal que se conhece no hospital. A situação não é das melhores, afinal Mitchell está em coma e Francesca é voluntária em um projeto de leitura no hospital para pacientes em coma. 

Os dois passam por muitas aventuras. Mitchell com seu temperamento egoísta, narcisista e irritante vai descobrir em Francesca um porto seguro, que amolecerá o seu coração e transformará a sua vida. Mas não se engane, nem tudo são rosas... Para chegarem ao "final" feliz os dois passam por uma montanha russa enorme. Quer saber mais? Vem conferir esse post aqui

A Garota do Calendário - Audrey Carlan (Mai - Jun)


Continuando a série de resenhas de A Garota do Calendário, esse mês a resenha foi dos livros Maio e Junho. Em Maio, temos cenas extremamente quentes, sexo puro na maioria das páginas do livro. O que é aceitável, tendo em vista que Tai é um samoano gostoso e Mia aproveitou tudo o que podia dele. 

Em Junho, temos muitos assuntos polêmicos, mas no final, Mia pôde contar com a sua família de amigos e descobriu que a sua jornada, no primeiro semestre, valeu a pena. Ela aumentou o número de membros familiares, que antes eram compostos apenas por Gina e Maddy. 

Vem conferir a resenha completa aqui!!

Não se esqueça de me seguir nas redes sociais: 

28/04/2017

A Garota do Calendário - Audrey Carlan (Mai - Jun)


Continuando a resenha da série A Garota do Calendário, hoje é dia dos livros Maio e Junho.

Sinopse do livro Maio - 
Em maio, Mia vai trabalhar como modelo no Havaí, onde conhecerá Tai, um dos homens mais impressionantes que ela já viu. Com ele, Mia vai descobrir que o prazer não tem limites - e que ela deve aproveitar absolutamente tudo o que a vida tem a oferecer.

Sinopse do livro Junho - 
Mia vai passar o mês de junho em Washington com Warren, um coroa rico que precisa de uma mulher a seu lado para tratar com políticos e investidores. O acordo entre eles não envolve sexo - já com Aaron, o filho de seu cliente, Mia não pode garantir.


Maio com certeza é um mês bem quente... Não apenas por conta do Havaí, mas também na vida sexual de Mia. O samoano Tai, um moreno, musculoso e gostoso, acabou com a sanidade de Mia. Ela foi convidada para ser modelo de uma linha de biquínis que abrange os corpos com mais curvas e com manequim a partir do 42.

Além disso tudo ela também se informa melhor sobre como anda o relacionamento da irmã, Maddy, com seu namorado. Ela chega até a conhecer os pais dele e tem uma conversa bem franca com a família dele a respeito de Maddy e seus "cuidados".

Tai mostra para Mia um pouco da cultura samoana, a sua família e muitos lugares da ilha.
"Tatuagens tribais pretas. Músculos definidos, de babar, envoltos por um padrão de design intrincado, em desenhos que se espalhavam na pele bronzeada. Iam do alto do ombro esquerdo, descendo pelo bíceps forte, passavam pelas costelas e pela cintura e mergulhavam no sarongue que cobria sua essência masculina e muito mais." - Capítulo 3 - Maio
Sim, é um livro com sexo do começo ao fim. Mas apesar disso, achei que Audrey tentou trazer algo a mais. Não é novidade que a maioria dos livro tem mais da metade das "cenas" sobre sexo, mas afinal este é o gênero literário da série. Carlan trouxe para este universo literário muitas questões diferentes, desde o começo da série. Em Maio ela fala sobre uma cultura que tem a família como base e sobre uma marca de biquíni que se importa com os corpos que a "moda" dita como "fora dos padrões", por exemplo.
"Seguindo meu conselho de “deixar acontecer”, me reclinei na poltrona no avião e sonhei com degraus brancos de pedra, símbolos fálicos no céu e um presidente morto de mármore, observando silenciosamente uma cidade de concreto." - Capítulo 10 - Maio
Se você vai ler a série e não gosta de livros que tratem praticamente só sobre sexo, não desanime da série ao ler Maio. Junho é um mês que trás um assunto muito importante de se discutir.

"— Por que eu? — Sua voz soou aguda e frustrada, como a de alguém que olha para o céu, estende os braços e grita com seu criador. — Por que raios eu tinha que ficar de quatro por uma maluca como você? — Então ele riu alto, soltando aquela bela risada gutural que era só dele, fazendo meu coração bater tão forte que parecia querer estourar no peito. " Wes - Junho
Em Junho Mia foi contratada para ser literalmente um troféu, para que Warren consiga investidores para seu projeto filantrópico. Mia o acompanha em eventos com homens tão ricos, ou mais, quanto Warren Shipley. Eventos em que todos os homens importantes e velhos devem estar acompanhados de mulheres mais jovens e lindas, exibindo-as como verdadeiros troféus. Enquanto eles acham que estão competindo para ver quem tem a mulher mais bonita, na minha opinião eles competem para ganhar o troféu de "Ómi machista do ano".

Essa sociedade idiota é um dos motivos que impedem Warren de viver um grande amor. Mia tenta mostrar para ele que quem deve se importar com esse amor é apenas o casal, não os seus investidores machistas. Inclusive, Mia acaba sendo vítima, ou melhor, mais uma vítima dessa sociedade. De maneira cruel, Mia se vê encurralada a não tomar nenhuma atitude contra o filho do Senador.

Eu não vou falar mais diretamente sobre o que acontece porque acho ótimo, mesmo que você não queira ler a série toda, que você leia o livro Junho. É um ótimo exemplo e um ótimo retrato da nossa sociedade machista e de como as mulheres são tratadas, independente da classe social. Ainda que Audrey não trate explicitamente sobre machismo, esse livro é uma boa forma de entender como isso está enraizado na sociedade e de como o feminismo é importante.

♡♡♡ 
Resenhas anteriores: 


 Não se esqueça de me seguir nas redes sociais: 

24/04/2017

Entre o Amor e o Silêncio - Babi A. Sette


Este post pode conter spoiler!!

Hoje é dia de falar de livro, mas não é qualquer livro. É um romance contemporâneo maravilhoso, ótimo para ler com uma boa xícara de café/chá/chocolate quente nesse tempinho de outono!!
O livro é da autora Babi A. Sette, que eu amooo!! Já fiz resenha do livro A Promessa da Rosa aqui no blog, o primeiro romance histórico que eu li e AMEI!!


Sinopse do livro Entre o Amor e o Silêncio - 
Francesca Wiggs sofreu uma grande decepção amorosa e, desde então, está decidida a não se relacionar mais. Além de se dedicar a escrever o seu livro, ela resolve preencher os dias com um trabalho voluntário – a leitura para pacientes em coma proporcionaria para ela a distância para problemas com o coração. No entanto, um grande imprevisto ocorre quando ela passa a se sentir atraída pelo paciente. Mitchell, descrito como um poderoso magnata, seria a antítese de tudo o que ela busca em um homem… se não estivesse em coma. Precisar de alguém inconsciente seria um absurdo, não seria? Amar uma pessoa que nunca responde parece loucura! Francesca já havia entendido e sentia-se quase segura diante disso. Mas, e se Mitchell acordasse? A aproximação desses personagens tão diferentes revela um romance encantador e divertido, repleto de reviravoltas. Entre a vida e a morte, a ilusão e a realidade, o amor pode ser realmente o milagre que faz tudo mudar?




Francesca é uma personagem cativante e Mitchell se revela completamente sensível e romântico no decorrer da trama. Entre capítulos intercalados somos apresentados a história de cada um, impactantes, emocionantes e tão intrigantes que fazem com que o leitor se torne um melhor amigo do casal. 

Ela sempre sofreu com a ausência do pai e acabou transferindo esse sentimento para coisas boas, como o teatro, a dança, a escrita e namoros. Ele, um workahollic, está sempre trabalhando e mantém um relacionamento ruim com sua mãe e sua irmã, só tratam de mesadas e pouquíssimos assuntos familiares.
"Ser traída com 16 anos era algo mais fácil de digerir. Ser traída com 26 parecia pior, muito pior... Não. Ser traída nunca era fácil, com 2, 3, 12, 16 ou 26, pensou." - Capítulo1


Mitchel sofre um acidente de carro e entra em coma. Francesca, após mais uma decepção amorosa, decide ser voluntária e faz leituras para pacientes em coma. Afinal, não tinha jeito melhor de ela escrever o livro e "revisá-lo" para uma pessoa que não poderia dizer que o livro estava ruim. Então, a história dos dois se cruza.

Entre as horas que ela dedica escrevendo o livro e lendo-o para Mitchel, ela se vê apaixonada por ele. Um homem esbelto e em coma. Ela cria várias expectativas sobre como ele vai tratá-la quando acordar, se ele também a ama... Claro que Francesca não fica bem e se vê obrigada a se afastar, ainda mais depois de sofrer tanto com uma declaração que Mitchel assinou autorizando que os médicos desligassem os aparelhos caso ele ficasse um certo número de dias em coma. 

Estou dando spoilers demais sobre o livro, então eu vou contar mais brevemente a história!!
"Ela se acostumou a estar com ele, à sua respiração, ao seu sono inconsciente. Se viciou no ritmo do seu coração sempre tão constante, sempre atestando a sua vida. Sempre. Sempre. Sempre. Bip. Bip. Bip." - Capítulo 11
Passado um tempo, com a distância de Francesca, Mitchel acorda e aos poucos, assim como a melhora em seu estado de saúde, a sua personalidade nada cordial e arrogante também volta. Lógico que o encontro, ou reencontro, dos dois não foi como Francesca sempre sonhou. 

Chorei muito em todas essas partes, pois ela tem o seu coração quebrado novamente e sabia que estava alimentando esperanças que não se concretizariam. Ao menos, não na primeira impressão. 


A história desse casal passa por uma verdadeira montanha-russa. Não só o relacionamento dos dois passa por essa fase, mas também a vida particular deles. E quando eu digo montanha-russa, é daquelas com subidas enormes mas que consequentemente tem quedas enormes. Quando tudo parece estar caminhando para uma certa constância entre os dois, surgem novos "imprevistos" e problemas.
"Trinta e cinco minutos vigiados no relógio do celular, foi o tempo que ele a fez cantar, esperar, se emputecer. E, então, podia o próprio Dalai Lama baixar no barco e oferecer a sua benção, nada naquele momento devolveria qualquer tranquilidade a ela." - Capítulo 52
Bom, depois de tanta coisa os dois ficam juntos e o final do livro é só amor!! A última citação é desse final, só para vocês entenderem um pouquinho mais sobre como esse livro é lindo!!
"A incumbência romântica herdada por Paris devia ser culpa das nuvens cheias de vinho, do rio refletido de ruas conversadas, dos parques de mãos cruzadas e dos bistrôs fumaçados. Talvez a responsabilidade do chavão recaísse nas flores de despertar, nas ruas de fazer curva no corpo e nas lamparinas esquecidas de dar luz.
Tudo ali alimentava a chama dos dois que sempre morou na cumplicidade viva entre o Amor e o Silêncio." 
E agora eu não vou dar mais spoiler porque você ainda tem muito para conhecer desses personagens lendo esse romance divertido, encantador, vivo, emocionante, cheio de paixão e de muitas dificuldades que estão presentes na vida de um casal!!
Desejo uma leitura maravilhosa para vocês assim como eu tive!!


Não se esqueça de me seguir nas redes sociais: 

10/04/2017

Meia arrastão - Tendência Outono/Inverno 2017


Oi povo!! 
Já falamos sobre a Tendência do Veludo aqui no blog e hoje vamos falar sobre outra tendência, a meia arrastão!! O hit do momento já passou pelos looks da Madonna, pelo figurino das dançarinas de "can-can" em Paris, pelas pin ups e até hoje é meio polêmica. Com muitas novas combinações e maneiras diferente de usar, ela voltou com tudo nesse outono/inverno!!

A maioria dos looks são com as calças jeans destroyed. Aqui vale tanto aquelas que tem poucos "rasgos" ou uma que sejam bem rasgadinha.




Você pode usar com camisões, shorts, vestido... E para finalizar: tênis, botinha de couro e até mesmo a bota over the knee. De looks casuais e descolados até os mais elaborados.



Vale também variar nas cores da meia arrastão e até usar uma com brilho.



Olha como ela também combina em looks com salto, saias longas com fenda e até mesmo em sobreposições.



O que está fazendo muito sucesso são as soquetes. Aparecem com saltos, tênis, botas flat mules...




Fica lindo com veludo também, duas tendências em um look só!! 

Blogueira Viih Rocha

Se joga nessa tendência linda, use e abuse da sua criatividade para montar looks maravilhosos!!
Lembrando que todas as fotos são lá do Pinterest!!


♡♡♡

Não se esqueça de me seguir nas redes sociais: